ESTUDO DA SÍNCOPE NAS PROPAROXÍTONAS NO PORTUGUÊS FALADO EM DOURADOS

Márcio Palácios de Carvalho, Elza Sabino da Silva Bueno

Resumo


O presente estudo visa a analisar o processo linguístico denominado síncope em algumas palavras proparoxítonas utilizadas por informantes residentes na cidade de Dourados-MS, cujo objetivo é verificar se esses falantes usam as palavras sincopadas na sua fala cotidiana e quais variáveis linguísticas e sociais contribuem para que ocorra esse fenômeno, uma vez que é fato notório que isso também aconteceu no latim, principalmente na sua modalidade vulgar e, consequentemente, ocorreu e continua a ocorrer em outras línguas românicas. Convém lembrar que essas mudanças linguísticas se dão de forma lenta e gradual, o que faz com que os falantes só as percebam ao longo do tempo. Lembrando ainda que elas sempre atingem as partes e
não o todo de um grupo de falantes de uma mesma língua (FARACO, 2005). Contribuem para essas mudanças
fatores internos e externos ao sistema linguístico da língua e, segundo (BAGNO, 2003/2004), as formas
inovadoras se manifestam mais acentuadamente nas classes sociais menos privilegiadas da sociedade.

PALAVRAS-CHAVE: Português falado, proparoxítonas, síncope.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.