PROPRIEDADES FÍSICAS DE UM SOLO E PRODUTIVIDADE DE CANA-DE-AÇÚCAR EM DIFERENTES SISTEMAS DE PREPARO DE SOLO

Carlos Antonio da Silva Junior, Laércio Alves de Carvalho

Resumo


Os diferentes sistemas de preparo do solo promovem modificações nas propriedades físicas como: agregação, densidade e porosidade. De forma geral estas propriedades funcionam como indicadores de possíveis restrições ao crescimento radicular das culturas. O
objetivo deste trabalho foi avaliar modificações na estrutura física do solo em diferentes tipos de preparo na cultura da cana-de-açúcar através da amostragem com anéis volumétricos nas profundidades de 0-0,20 m e 0,20-0,40 m. O estudo foi realizado de Janeiro a Fevereiro de 2009 na área experimental da Usina ETH-Unidade Eldorado, sendo avaliados a partir da coleta das amostras, os valores de densidade, resistência mecânica a penetração do solo
(RMP). Os sistemas de preparo utilizados foram: preparos convencionais (PCI, PCII e PCIII), subsolagem (S) e cultivo mínimo (CM), formando um delineamento experimental em blocos inteiramente casualizados, com seis repetições, perfazendo um total de 30 unidades experimentais, que foram analisadas pelo teste de comparação de médias (p0,05) seguido pelo teste de Tukey (p0,05). O uso do cultivo mínimo mostrou resultados a teste de densidade do solo, tanto para camadas 0-0,20 m quanto 0,20-0,40 m de profundidade maiores valores; a resistência mecânica a penetração indicou na camada de 0-0,20 m os preparos
convencionais I, II, e III como os de menor resistência à penetração ao solo onde o cultivo mínimo e a subsolagem apresentaram valores altos de RMP na camada de 0,20-0,40 m.

Palavras-chave: compactação do solo, densidade, resistência mecânica a penetração, Saccharum officinarum.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.