EFEITO DA SOLUÇÃO HIDROMETANÓLICA DE TABEBUIA AUREA (BIGNONIACEAE) NO DESENVOLVIMENTO DE SPODOPOTERA FRUGIPERDA (LEPIDOPTERA: NOCTUIDAE)

Tiago Ledesma Taira, Sérgio Roberto Rodrigues

Resumo


A lagarta-do-cartucho pode causar sérios danos à cultura do milho, podendo ser responsável pela redução de até 38% da produção. O controle desta praga é realizado principalmente através de inseticidas sintéticos, o que vem acarretando diversos problemas sócio-ambientais, necessitando-se de estudos que possam apresentar controles alternativos. Assim, o presente trabalho foi desenvolvido com o objetivo de estudar o efeito do tempo de armazenamento de solução hidrometanólica de folhas e ramos de T. aurea, sobre o desenvolvimento de
Spodoptera frugiperda, em laboratório. Utilizou-se lagartas de 1° instar, individualizadas em tubos de ensaio, onde eram fornecidas diariamente folhas de milho tratadas com as soluções hidrometanólicas com diferentes tempos de armazenamento e com água para a testemunha.
As variáveis biológicas avaliadas foram duração, peso e mortalidade larval e pupal. Os tratamentos com soluções hidrometanólicas de folhas afetaram a duração da fase larval de S. frugiperda e também proporcionaram mortalidades nesta fase de até 8,7%, entretanto, os mesmos tratamentos não influenciaram na fase pupal. As soluções hidrometanólicas de ramos pouco afetaram a biologia da praga, no entanto, proporcionaram mortalidades larvais
próximas aos tratamentos com soluções de folhas, apresentando atividade inseticida sobre essa praga.

Palavra-chave: Manejo-de-pragas, Plantas inseticidas, Zea mays.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.