DOSES E ÉPOCAS DE APLICAÇÃO DE POTÁSSIO NA CULTURA DO MILHO

Denis M Silva, Hamilton Kikuti

Resumo


Para a cultura do milho o potássio(K) tem um grande impacto na qualidade da cultura, tem influência positiva sobre o peso individual de grãos por espiga, tem importância em processos bioquímicos como a fotossíntese, a respiração e a translocação orgânica. O experimento foi realizado na safra de verão de 2008-2009 na Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), Unidade Universitária de
Cassilândia - MS. O objetivo do trabalho foi avaliar a produtividade da cultura do milho, utilizando diferentes doses de potássio, no Município de Cassilândia-MS, e
verificar a interação entre o nutriente sobre a produtividade e caracteres agronômicos da cultura, ultilizando diferentes doses de potássio em cobertura e duas épocas de
aplicação. foram aplicadas as doses de 0, 25, 50, 75 e 100 kg de K2O. ha1 e aos 20 (DAE), as mesmas doses foram aplicadas parceladamente (50% + 50%) aos 20 e 40 (DAE). Não foi obtido resultado significativo no teste F, mas foi obtido resultado significativo quando utilizado o teste de Tukey a 5%, para as doses de 50 kg. ha
-1 , aplicado 20 (DAE), para massa de espiga com palha (MECP), massa de espiga sem palha (MESP), comprimento de espiga (CE), massa de sementes por espiga (MSPE),
massa total(MT), e aos 20 e 40 (DAE), observou-se que ao aumentar as doses ocorreram um aumento gradual de (MECP), (MESP), (CE), (MSPE) e (MT). Com isso o
parcelamento foi eficiente mas a máxima eficiencia no parcelamento não foi obtida com as doses utilizadas no parcelamento.

Palavras-chave: Zea mays L.. Fonte. Efeito.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.