ESTUDO DO EFEITO DA COMPLEXIDADE ESTRUTURAL DA FONTE NITROGÊNIO E CARBONO NA PRODUÇÃO DE ETANOL EM LINHAGENS DE LEVEDURAS UTILIZADAS EM DESTILARIAS

Eric F. Simão Santos, Claudia Andréa Lima Cardoso

Resumo


Saccharomyces cerevisiae é um fungo leveduriforme de grande importância biotecnológica. Nos processos fermentativos a levedura é a principal responsável pela fermentação do substrato e conseqüente produção de álcool. Do ponto de vista fermentativo, o fluxo de
nutrientes e as suas interações constituem parâmetros importantes no controle da produção de etanol. Este trabalho tem como objetivo avaliar a interação da fonte de carbono e de nitrogênio e seu efeito no metabolismo da levedura. A levedura selecionada para as análises
dos parâmetros fermentativos foi à linhagem Catanduva, pois esta é comumente utilizada nas destilarias da região. Durante o processo fermentativo alíquotas de meio de cultivo (YPD 2%)
foram retiradas e submetidas a testes bioquímicos. Em baixas concentrações da fonte de carbono a linhagem apresentou baixo rendimento fermentativo, utilizando a fonte de carbono basicamente para seu metabolismo aeróbico. Em altas concentrações da fonte de carbono e frente às fontes de nitrogênio peptona e casaminoácidos, a levedura mostrou uma alto desempenho fermentativa, apresentando uma biomassa de (12mg/céls/mL), alta viabilidade
celular em torno de 89%, alto consumo de açúcar e boa produção de etanol. A levedura crescida no meio suplementado com sulfato de amônio apresentou um baixo rendimento para todos os parâmetros analisados. A partir desses resultados fica evidente que a complexa interação entre as fontes de carbono e nitrogênio interfere no metabolismo da levedura analisada e que os efeitos são mais acentuados em concentrações de açúcares mais elevados.


Palavras chave: Levedura, fermentação, etanol, usinas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.