ANÁLISE POPULACIONAL DE Coeydoras aeneus ATRAVÉS DO USO DA TÉCNICA DE ESPECTROSCOPIA NO INFRAVERMELHO MÉDIO

Alex Cesar Pereira Rocha, Luís Humberto da Cunha Andrade

Resumo


A técnica de espectroscopia absorção óptica infravermelha por detecção fotoacústica é uma ferramenta que permite a análise tanto molecular quanto atômica de materiais. Esta técnica
foi empregada em placas ósseas de Corydoras aeneus, coletados em pontos distintos da bacia do Ivinhema. Os resultados obtidos foram usados como pontos de partida para uma análise estatística a qual tem o intuito de fornecer algumas variáveis que definem a eficácia dos dados para diferenciar os grupos. As coletas das placas foram feitas no Laboratório de Ecologia do Centro Integrado de Análise e Monitoramento Ambiental CInAM, onde já existam amostras de
Corydoras aeneus pré-coletados em diferentes córregos, riachos e rios da bacia do Ivinhema entre os anos de 2002 e 2007, e conservados em frascos com álcool 70%. Foram retiradas, em média, três placas ósseas da fileira superior do lado direito de cada exemplar e foram usados entre cinco a dez exemplares por local, os locais escolhidos foram: Córrego Três Tubos, Córrego Azul, Córrego da Mata, Córrego Franco, Córrego Olho d’água, Córrego Rosário, Guírai 6 (G6). Guírai é um dos mais importantes rios da bacia do Ivinhema, e o número o qual o acompanha é referente a um ponto desse rio. O uso da técnica de espectroscopia fotoacústica (PAS – Photoacoustic Spectroscopy) no estudo de placas ósseas de C. aeneus para análise de diferenciação de populações se demonstrou eficiente, pois conseguiu evidenciar picos referentes a alguns grupos funcionais. Também se podem notar diferenças entre espectros das placas ósseas dos peixes de cada grupo.

Palavra chave: (Espectrofotômetro. Fotoacústica. Peixes)

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.