TECENDO LEITURAS SOBRE O CONCEITO DE TERRITÓRIO

Autores

  • Wellington Paniagua Rodrigues
  • Leniton Vitor Larroza
  • Ana Maria Soares de Oliveira

Resumo

Este trabalho resulta da atuação como monitores no Projeto de Ensino “Território, Trabalho e Luta
de classes no campo e na cidade”, o qual tem como objetivo estabelecer o debate sobre o conceito
de território, trabalho e luta de classes, bem como efetuar a aplicação prática dos conhecimentos
teóricos através da elaboração de materiais didáticos que possam ser utilizados na educação básica,
proporcionando assim a ampliação dos espaços de aprendizagem e o uso de recursos e metodologias
de ensino, acerca de conceitos importantíssimos no âmbito da Geografia. Para esta reflexão
trazemos a discussão acerca do conceito de território na sua materialidade e múltiplas dimensões,
discutido sob diferentes perspectivas teóricas e que nos remete também à busca da compreensão do
processo de desterritorialização. O território na perspectiva materialista concebe o território como
uma porção da natureza e do espaço reivindicado por uma determinada sociedade. O território como
fonte de recursos materiais de existência. O território na perspectiva idealista, que incorpora a
dimensão ideal ou sua apropriação simbólica. O território na perspectiva histórica, que pode ser
amplo e generalizável a ponto de abranger toda história da humanidade, como um de seus
componentes ontológicos ou restrito ao abarcar apenas determinados contextos histórico-sociais. Há
que se destacar ainda o debate teórico central sobre o território e, por conseguinte sobre
desterritorialização, que perpassa por sua dimensão relacional, ou seja, o território como fruto das
relações sociais, ou melhor dizendo, das relações de poder. Em se tratando de desterritorialização,
cabe salientar que esta não deve ser concebida somente na perspectiva da dominação política, pois
se a ela não incorporarmos a dimensão simbólico-cultural esta ganha um caráter de
desenraizamento, de detruição física de fronteiras ou de mobilidade em seu sentido concreto. Na
contemporaneidade muitos processos de desterritorialização decorrem dessa desconexão entre
territórios na perspectiva de domínio político e territórios no sentido de apropriação simbólicocultural. Se considerarmos a desterritorialização em sua dimensão econômica e, portanto vinculada
à dinâmica do capital no contexto das inovações tecnológicas, vemos que esta ganha um caráter
muito mais desterritorializador, pois este contexto flexível e globalizante desenrraíza as coisas, as
pessoas e as idéias.

Downloads

Publicado

09/12/2019

Como Citar

Rodrigues, W. P., Larroza, L. V., & Oliveira, A. M. S. de. (2019). TECENDO LEITURAS SOBRE O CONCEITO DE TERRITÓRIO. ANAIS DO EGRAD, 6(9). Recuperado de https://anaisonline.uems.br/index.php/egrad/article/view/6023

Edição

Seção

CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS APLICADAS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)