OBTENÇÃO DE MICROCÁPSULAS COM 1% DE ÓLEO ESSENCIAL DOS FRUTOS DE Schinus terebinthifolius

Autores

  • Larissa Gaiola
  • Fernando Freitas de Lima
  • Viviane de Souza Silva
  • Cláudia Andrea Lima Cardoso

Resumo

Microcápsulas são capazes de controlar a liberação dos constituintes internos, protegendo-os da
exposição a fenômenos naturais como luz, calor e umidade, reduzindo a volatilidade e prolongando
a vida útil dos mesmos. O processo de microencapsulação possibilita recobrir frações de um
material líquido com um ou vários agentes encapsulantes os quais, podem ser formados por
diferentes polímeros, e incorporados de com amostras ativas, dentre elas os óleos essenciais. O óleo
essencial de Schinus terebinthifolius possui grande potencial de uso na área da saúde, visto a ampla
utilização na medicina popular como antitérmico, anti-inflamatório, analgésico, depurativo, para o
tratamento de doenças venérias e do sistema urogenital, reumatismo, dores, febre e gengivite, assim
como para o tratamento de bronquite, gonorreia, úlceras, doenças da córnea e do coração,
hemorragias excessivas e cicatrizantes. Deste modo, o presente estudo objetivou a obtenção de
microencapsulados com incorporação do óleo essencial dos frutos de S. terebinthifolius na
proporção de 1%. O óleo essencial foi obtido dos frutos de S. terebinthifolius empregando
hidrodestilação. As microcápsulas contendo óleo essencial foram sintetizadas em meio aquoso pelo
método de coacervação complexa, com introdução de 1% de óleo essencial. As substâncias foram
identificadas empregando cromatografia gasosa acoplada à espectrometria de massas. Nas
microcápsulas foram avaliados o diâmetro, polidispersidade e potencial zeta da superfície. A
eficiência de microencapsulação foi determinada considerando a quantidade de óleo essencial
extraído dos microencapsulados em relação a quantidade de óleo essencial inserido na microcápsula
As substâncias identificadas como majoritárias foram α-felandreno (1,50%), silvestreno (2,42%),
mirceno (3,26%), (E)-cariofileno (6,51%), α-pineno (17,53%) e δ-3-careno (60,98%) no óleo
essencial dos frutos de S. terebinthifolius. Nas microcápsulas foram identificadas as mesmas
substâncias no óleo essencial bruto. As microcápsulas apresentaram um diâmetro médio de 187,67
± 6,80µm e polidispersidade de 0,24 ± 0,02. O potencial zeta da superfície das microcápsulas foi de
-7,42 ± 0,35 mV. A eficiência de incorporação da microcapula foi de 97%. Foi possível obter as
microcápsulas com boa eficiência e com preservação das substâncias do óleo essencial.

Downloads

Publicado

25/11/2019

Como Citar

Gaiola, L., de Lima, F. F., Silva, V. de S., & Cardoso, C. A. L. (2019). OBTENÇÃO DE MICROCÁPSULAS COM 1% DE ÓLEO ESSENCIAL DOS FRUTOS DE Schinus terebinthifolius. ANAIS DO EGRAD, 6(9). Recuperado de https://anaisonline.uems.br/index.php/egrad/article/view/6004

Edição

Seção

CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA