ANÁLISE DE DESEMPENHO ECONÔMICO E FINANCEIRO DAS EMPRESAS QUE ABRIRAM CAPITAL NA BM&FBOVESPA

Autores

  • Alexandre Pinto Paiva Leite Campus do Pantanal - CPAN / Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS
  • Aparecido Pereira de Morais Campus do Pantanal - CPAN / Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS

Resumo

Este estudo objetiva demonstrar o comportamento dos indicadores econômico-financeiros das empresas que abriram capital no ano de 2008, e a evolução dos seus indicadores do período de 2010 ao período 2013. A Pesquisa delineia-se como descritiva, documental e quantitativa. A amostra da pesquisa se limita às companhias que abriram capital no ano de 2008, perfazendo um total de 2 empresas. A análise baseou-se nas demonstrações contábeis divulgadas pelas empresas nos anos de 2010 a 2013. Para verificar o desempenho econômico-financeiro das empresas, foi utilizado os indicadores de liquidez, indicadores de endividamento e os indicadores de rentabilidade conforme os dados disponibilizados pela BM&FBovespa. Os resultados sugerem que o desempenho nos indicadores de liquidez aumentaram mostrando um aumento considerável na capacidade de pagamento de suas dívidas e os indicadores de endividamento diminuíram nos anos seguintes à abertura de capital, o que aponta a redução do endividamento dos negócios. Quanto aos indicadores de rentabilidade, percebe-se diminuição nos respectivos indicadores, no entanto, em linhas gerais os indicadores de rentabilidade apresentaram queda, mas entretanto obtiveram resultados positivos nos respectivos indicadores.

Palavras-chave: Abertura de Capital, Indicadores de Desempenho e Mercado Financeiro.

Downloads

Publicado

28/01/2018

Como Citar

Leite, A. P. P., & de Morais, A. P. (2018). ANÁLISE DE DESEMPENHO ECONÔMICO E FINANCEIRO DAS EMPRESAS QUE ABRIRAM CAPITAL NA BM&FBOVESPA. ANAIS - ENCONTRO CIENTÍFICO DE ADMINISTRAÇÃO, ECONOMIA E CONTABILIDADE, 1(1). Recuperado de https://anaisonline.uems.br/index.php/ecaeco/article/view/3234

Edição

Seção

Artigos Completos - CONTABILIDADE