Governança Corporativa: análise comparativa da Margem EBITDA de empresas do Agronegócio.

Jose APARECIDO ARANHA, Lucilene Garcia de Oliveira, Alexandre Menezes Dias, Caroline Pereira Moura Aranha

Resumo


O presente artigo faz análise comparativa da rentabilidade de empresas do segmento do agronegócio brasileiro listadas e não listadas nos níveis de governança corporativa da BM&FBovespa, medido pelo desempenho financeiro da margem EBTIDA. A princípio as empresas listadas nos níveis de governança possuem uma gestão com mais controle e mais transparência, portanto, essa questão leva à seguinte indagação: há diferenças estatisticamente significativas na margem EBITDA de empresas listadas e não listadas nos níveis de governança corporativa da BM&FBovespa? O estudo seguiu a metodologia bibliográfica através de levantamentos de estudos publicados sobre a temática e por pesquisa analítica por meio de métodos estatísticos, como a estatística multivariada. Utilizou também de pesquisa documental que foram as demonstrações contábeis das empresas. Os resultados da margem EBITDA foram extraídos dos balanços patrimoniais de cada empresa, com base no exercício de 2012. As amostras foram submetidas à análise da variância (ANOVA) para comparação das médias e o Teste de Tukey com nível de probabilidade de 5% para verificação da diferença mínima significativa. Foi constatado que estatisticamente não existe diferença significativa no desempenho da Margem EBITDA entre as empresas com e sem Governança.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.