Estudo do efeito da taxa de câmbio sobre a exportação de carne de frango no Brasil

Autores

  • Aline Leandro Alves UEMS - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul
  • GIOVANE Silveira da Silveira UEMS - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul
  • Claudia Vera da Silveira UEMS - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul

Resumo

A carne de frango brasileira conforma como um  importante item na pauta das exportações brasileiras. O presente trabalho tem como objetivo geral analisar os efeitos da taxa de câmbio sobre a exportação de carne de frango no Brasil. A metodologia utilizada para a análise dos dados foi o modelo de defasagem distribuída polinomial de segundo grau de Shirley Almon. O período trabalhado foi de janeiro de 1997 a janeiro 2014. A estimação dos modelos econométricos permitiu obter dados que mostram como a taxa de câmbio defasada no primeiro mês tem maior influência sobre a exportação de carne de frango do que a taxa de câmbio do mês corrente. Isso está de acordo com metodologia polinomial de segundo grau de Almon e com as expectativas de que existe um efeito atrasado (defasado) da variável câmbio sobre a variável exportação de carne de frango.

Downloads

Publicado

26/11/2015

Como Citar

Alves, A. L., da Silveira, G. S., & da Silveira, C. V. (2015). Estudo do efeito da taxa de câmbio sobre a exportação de carne de frango no Brasil. ANAIS - ENCONTRO CIENTÍFICO DE ADMINISTRAÇÃO, ECONOMIA E CONTABILIDADE, 1(1). Recuperado de https://anaisonline.uems.br/index.php/ecaeco/article/view/2804

Edição

Seção

Artigos Completos