DETERMINANTES DA INFLAÇÃO BRASILEIRA PÓS REGIME DE METAS PARA INFLAÇÃO: UMA ANÁLISE DOS PRINCIPAIS ÍNDICES

Autores

  • Mateus Boldrine Abrita UEMS
  • Angelo Rondina Neto UEM
  • Luma de Oliveira UFRGS

Resumo

Essa pesquisa apresenta um estudo analítico dos principais índices de inflação no Brasil, dando destaque especial para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), na  década de 2000, bem como seus grupos, subgrupos e importantes desagregações, a fim de verificar quais os componentes que mais pressionaram os níveis de preços. Numa abordagem geral os movimentos do IPCA e seus componentes são os mais representativos do que ocorreu com a inflação brasileira na década de 2000, ou seja, os preços administrados tiveram papel fundamental no comportamento da inflação, principalmente na primeira metade da década, após esse período o grupo alimentos passa a pressionar os preços de modo mais significativo.  

Biografia do Autor

Mateus Boldrine Abrita, UEMS

Possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (2010) e mestrado em Programa de Pós-Graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Estadual de Maringá (2012). Atualmente é professor efetivo da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul. Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Economia Monetária e Fiscal, atuando principalmente nos seguintes temas: economia monetária, fiscal, economia brasileira e mercado de capitais.

Angelo Rondina Neto, UEM

Graduacao economia UELmestrado economia UEMdoutorado economia UEM

Luma de Oliveira, UFRGS

Graduacao e mestrado economia UEMdoutorado economia aplicada UFRGS

Downloads

Publicado

26/11/2015

Como Citar

Abrita, M. B., Neto, A. R., & Oliveira, L. de. (2015). DETERMINANTES DA INFLAÇÃO BRASILEIRA PÓS REGIME DE METAS PARA INFLAÇÃO: UMA ANÁLISE DOS PRINCIPAIS ÍNDICES. ANAIS - ENCONTRO CIENTÍFICO DE ADMINISTRAÇÃO, ECONOMIA E CONTABILIDADE, 1(1). Recuperado de https://anaisonline.uems.br/index.php/ecaeco/article/view/2797

Edição

Seção

Artigos Completos