COOPERAÇÃO EM ASSENTAMENTOS DO CENTRO-OESTE

Karoline Lorentz da Silva, Olivier François Vilpoux, Elizabete Maria da Silva, Maria Aparecida Farias de Souza Nogueira

Resumo


O projeto tem o objetivo de identificar a existência da cooperação em assentamentos da reforma agrária no Estado do Mato Grosso do Sul, bem como as motivações para a existência de ação coletiva nesses assentamentos. Sendo assim, será feito um levantamento teórico sobre reforma agrária e assentamentos como empreendimentos agrícolas familiar, sua importância na ocupação espacial, geração de trabalho e renda, e produção de alimentos. A cooperação é apresentada como possibilidade para o desenvolvimento da agricultura familiar, para a redução dos custos de produção e transação, permitindo uma interação entre os agricultores do Estado. O Mato Grosso do Sul possui uma baixa densidade populacional, com grandes distancia entre os locais de produção e os mercados, o que reforça a necessidade de ações coletivas entre os pequenos produtores para sobreviver, entre esses os assentados. A metodologia utilizada foi a pesquisa de campo, através de um questionário quali-quantitativo, aplicado em diversos assentamentos da região, selecionados por uma amostragem probabilística, considerando como tempo mínimo de existência o período de 03 anos. Os assentados foram escolhidos pelo método de amostragem probabilística estratificada de acordo com o número de famílias existentes no assentamento. A pesquisa parou na aplicação de questionários, com uma amostragem de 375 assentados nos diferentes estados do Centro-Oeste. A avaliação desses questionários será realizada no próximo ano, na continuação do projeto.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.