A indústria de telefonia móvel na década de 2000: Desempenho inovativo da Apple, Nokia e Samsung com base na Teoria De Jogos

Autores

  • Angelo Rondina Neto Universidade Estadual de Londrina
  • José Luiz Parré Universidade Estadual de Maringá
  • Mateus Boldrine Abrita Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul

Resumo

A indústria de telefonia móvel apresenta uma estrutura oligopolizada, com empresas de capital global atuando em uma indústria de fronteira tecnológica. Ao longo da década de 2000, pôde-se verificar uma mudança na estrutura de mercado desse setor, com firmas antes líderes de mercado perdendo espaço para firmas emergentes. O presente trabalho parte da hipótese de que as diferentes estratégias de inovação (via produtos ou via mercados) adotadas pelas firmas foram as responsáveis por essa mudança estrutural. O objetivo geral do trabalho é, então, analisar a influência dos diferentes tipos de inovação no desempenho das empresas da indústria de telefonia móvel em geral, e da Apple, Nokia e Samsung em particular. Essas são tomadas como firmas representativas da indústria. Para tanto, utiliza-se um modelo com base na teoria de jogos, analisando os dados das empresas em dois casos: i) Apple e Nokia, e ii) Apple e Samsung. Os resultados, sob equilíbrio Nash-Bayesiano, evidenciam que, em face a uma estratégia agressiva em inovações via produtos (Pesquisa e Desenvolvimento – P&D) por parte da Apple, há um pior resultado para a empresa competidora que decide competir com inovações via produtos (caso da Nokia) do que a que compete em inovações via mercados (caso da Samsung)

Biografia do Autor

Angelo Rondina Neto, Universidade Estadual de Londrina

Professor Colaborador do Departamento de Economia da Universidade Estadual de LondrinaDoutorando pelo Programa de Ciências Econômicas (PCE) da Universidade Estadual de Maringá

José Luiz Parré, Universidade Estadual de Maringá

Professor Titular do Departamento de Economia e do Programa de Pós-Graduação em Ciências Econômicas (PCE) da Universidade Estadual de Maringá

Mateus Boldrine Abrita, Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul

Professor do Departamento de Economia da Universidade Estadual do Mato Grosso do SulMestre em Economia pela Universidade Estadual de Maringá

Downloads

Publicado

26/11/2015

Como Citar

Rondina Neto, A., Parré, J. L., & Abrita, M. B. (2015). A indústria de telefonia móvel na década de 2000: Desempenho inovativo da Apple, Nokia e Samsung com base na Teoria De Jogos. ANAIS - ENCONTRO CIENTÍFICO DE ADMINISTRAÇÃO, ECONOMIA E CONTABILIDADE, 1(1). Recuperado de https://anaisonline.uems.br/index.php/ecaeco/article/view/2776

Edição

Seção

Artigos Completos