COOPERATIVISMO: DESAFIOS DOS PRODUTORES DE LEITE DO ASSENTAMENTO ITAMARATI DE PONTA PORÃ-MS

Diego Emmanuel Cabrera CARDENA, Moisés CENTENARO, Moysés Simão KAVESKI

Resumo


O presente trabalho se propõe a realizar uma análise da realidade dos produtores de leite no Assentamento Itamarati. A pesquisa limita-se ao funcionamento da Cooperativa dos Agricultores Familiares do Itamarati, a COOPERAFI tendo como objetivo, demonstrar a importância do cooperativismo junto aos assentados, voltando-os ao incremento da produção agropecuária para torná-los mais competitivos, analisar os benefícios alcançados por meio da cooperativa, levantar as dificuldades atuais enfrentadas pelos produtores de leite no assentamento e propor soluções para a melhoria da realidade socioeconômica dos produtores. Utilizou-se um questionário semiestruturado, aplicado em 31 produtores de leite, pôde-se obter dados que foram identificados como pontos fortes ou pontos fracos, oportunidades ou ameaças. Ao concluir a pesquisa constatou-se que a qualidade de vida dos produtores de leite do assentamento Itamarati melhorou depois da criação da COOPERAFI por meio dos seus serviços como apoio veterinário, maior poder de negociação de preço do produto e melhoria da qualidade de armazenamento da produção, porém existem ainda algumas dificuldades como: alimentação do rebanho durante o período de seca, inseminação artificial no rebanho, comunicação entre os produtores e os funcionários da cooperativa com as principais entidades de apoio à agricultura familiar, demonstrando fragilidade nas relações entre os envolvidos. O estudo também propõe medidas alternativas para os problemas apresentados.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.