Pesca artesanal: A gestão de custos como instrumento de controle e acompanhamento da atividade econômica

Leliane de Arruda Carneiro, Italo da Silva Costa, Josiane de Oliveira Martins, Cleston Alexandre dos Santos

Resumo


Em Corumbá - MS, a pesca artesanal é tradicionalmente desenvolvida por comunidades espalhadas por toda a cidade, que veem na pesca não somente os seus costumes e cultura, mas também, no fator econômico seu principal meio de sobrevivência. Os profissionais que dela dependem, são os responsáveis pelo abastecimento da cidade com o produto do seu trabalho. Apesar de sua relevância, são muitas as dificuldades enfrentadas pelos pescadores artesanais no desenvolvimento da sua profissão. O objetivo do trabalho é evidenciar como os profissionais da pesca artesanal da região de Corumbá - MS utilizam a gestão de custos como instrumento de controle e acompanhamento da atividade econômica. Metodologicamente, trata-se de um estudo exploratório, de interrogação, descritivo, ex post facto, em condições de campo, transversal, estatístico, de rotina real, utilizando-se de coleta de dados com questionário fechado previamente formulado, aplicado a dez (10) pescadores artesanais proprietários/arrendatários de embarcações pesqueiras da categoria lancha da região de Corumbá – MS, de uma população de 16 embarcações. Observa-se que os pescadores consideram que a renda obtida não é suficiente pra o crescimento profissional, contudo, verifica-se que são poucos os pescadores que buscam um controle dos custos da atividade. Dessa forma, fica difícil o pescador saber exatamente qual é a sua renda mensal e o quanto essa renda pode ser aumentada com a adoção de um controle de custos eficiente.

Palavras chave: Pesca Artesanal, Gestão de Custos, Atividade Econômica.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.