COMPETITIVIDADE E ESTRATÉGIA – ALGUNS MEANDROS IÇADOS DA LITERATURA

Fabian Pereira Gomes, Ernani Carpenedo Busanelo

Resumo


os estudos sobre competitividade remontam às pesquisas relacionadas à própria sobrevivência tratada pelas ciências naturais. Contudo, a competitividade organizacional vem recebendo atenção por pesquisadores a mais de um século e hoje apresenta modelos analíticos e bases teóricas bastante ricas. Este estudo tem por objetivo identificar na literatura, elementos ou práticas que propiciem às organizações alcançarem níveis satisfatórios de competitividade. Inicialmente são apresentadas teorias que fundamentam os estudos sobre competitividade. Em seguida são abordados os paradigmas de maior evidência sobre vantagem competitiva. Na parte final do estudo foi descrita uma seção tratando de estratégia, seguida de discussão sobre os resultados. Como principal resultado obtido na pesquisa cabe destacar a importância das organizações definirem estratégias que possibilite alcançar patamares satisfatórios de competitividade. Observamos também que estas estratégias devem levar em conta os quatro paradigmas da vantagem competitiva sustentável (Forças competitivas; Conflito estratégico; RBV; e Capacidades dinâmicas). Estes devem ser visualizados pelos gestores não como antagônicos, mas com possibilidades de se complementarem quando forem desenvolvidas análises sobre competitividade e estratégia.

 

Palavras-chaves: Competitividade, vantagem competitiva, estratégia.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.