Diálogo entre fotografia e literatura nas revistas Vita e A Vida de Minas

Nelise Pereira da Silva Pacheco

Resumo


A literatura e a fotografia são sistemas semióticos, nos quais empregam linguagens distintas, mas estabelecem pontos de confluência. A fotografia cumpre um importante papel ao fornecer um testemunho que pode ser complemento de uma perspectiva a partir da literatura. A junção entre as duas mídias amplia a interpretação, bem como a relação de sentido. Este artigo propõe uma análise da interação entre a literatura e a fotografia nas revistas Vita e A vida de Minas. As revistas literárias circulavam em Minas Gerais e são exemplos que retratam o universo cultural e as características da época, abordando uma temática ampla em relação à literatura, música, humor, teatro, política, cinema, arquitetura, dentre outros assuntos. A revista Vita circulou no período entre 1913 e 1915 com edição mensal, já a revista A vida de Minas foi publicada no período entre 1915 e 1922 com edição quinzenal. As fotografias publicadas nos periódicos são datadas e estão dentro de um contexto, um momento histórico brasileiro e também de Minas Gerais. Dessa forma, este trabalho tem como objetivo fazer uma análise das imagens e explanar sobre a história das fotografias selecionadas, tendo como base o pensamento de Susan Sontag (2004), afirmando que a fotografia nos auxilia no processo de percepção do mundo à medida que preenchem lacunas, será investigado o percurso histórico que envolve o ato fotográfico e os desdobramentos estéticos que tornam possível estabelecer a relação entre literatura e fotografia. Em seguida, para analisar as fotografias usaremos como guia o escritor Philippe Dubois (1993), no qual aborda três grandes teorias referentes ao princípio de realidade da fotografia: a fotografia como espelho do real, a fotografia como transformação do real e a fotografia como traço de um real. Outro aspecto a ser explorado é pensar nas fotografias partir de um momento histórico cultural especifico e relacioná-las ao texto estabelecendo as aproximações. A proposta é apresentar um novo olhar a partir dos conceitos apresentados por Dubois sobre a realidade da imagem em relação ao seu referente, que é um questionamento antigo, mas ainda presente na atualidade.


Palavras-chave


Literatura; Fotografia; Vita; A vida de Minas.

Texto completo:

PDF

Referências


A VIDA de Minas. Belo Horizonte: [s.n], 1915-1916. Quinzenal. Não paginado.

BARTHES, Roland. A Câmara Clara: notas sobre a fotografia. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2018.

DESCUBRA A FOTOGRAFIA. São Paulo: Núcleo de Comunicação Design, nº 38, jun. 2007.

DUBOIS, Philippe. O ato fotográfico e outros ensaios. São Paulo: Papirus, 1993.

NAVA, Pedro. Beira Mar. São Paulo: Ateliê Editorial, 2004.

SONTAG, Susan. Sobre Fotografia. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.

VITA. Belo Horizonte: [s.n], 1913-1915. Mensal. Não paginado.

Das Fotografias

Fotografia 1 – 07 de Setembro em Belo Horizonte. VITA. Belo Horizonte: [s.n.], ano 1, n.3, 11 out. 1913.

Fotografia 2 - A Elite Horizontina / A Elite Barbacenense. VITA. Belo Horizonte: [s.n.], ano 1, n.3, 11 out. 1913.

Fotografia 3 – Na Casa de Orates: Elas. A VIDA DE MINAS. Belo Horizonte: [s.n.], ano 2, n. 12, 1 fev. 1916.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 ANAIS DO CONGRESSO DE PESQUISAS EM LINGUÍSTICA E LITERATURA