Realidade e literatura: mundos e maneiras de existir em Terra Sonâmbula

Autores

  • Gabriel Bittar Domingues Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.
  • Susylene Dias de Araujo Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

Palavras-chave:

Moçambique, Literatura africana, Realidade.

Resumo

O objetivo deste estudo é discutir a obra Terra Sonâmbula, de Mia Couto, sobretudo quanto aos aspectos do onírico, do literário e do real, mostrando como estes se confundem e por vezes abrem espaço para questionamentos acerca da existência ou não de instâncias metafísicas dadas como factícias, tais como o tempo ou as ‘coisas’. A metodologia percorrida foi a revisão bibliográfica contando com livros relacionados ao tema e artigos, bem como a análise da obra discutida. Percebeu-se que a obra, escrita com o intuito de expor formas de viver e de pensar em Moçambique, tem grande potencial desconstrutivo no que diz respeito às relações entre os planos do que se diz por literário, real e onírico, esbarrando em diversas problematizações que vão na contramão de idealismos e apologias da razão.

Biografia do Autor

Gabriel Bittar Domingues, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

Mestrando em Letras na Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

Susylene Dias de Araujo, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

Doutora em Letras pela Universidade Estadual de Londrina. Realizou Estágio Pós-doutoral na Universidade Estadual de Londrina. Professora efetiva da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul. Email: susylenearaujo@yahoo.com.br.

Referências

BOSTROM, Nick. Are you living in a computer simulation?. Philosophical Quarterly. v. 53., n. 211. 2003. Disponível em: https://philpapers.org/rec/BOSAWL. Acesso em: 09 jan. 2019.

COUTO, Mia. Terra sonâmbula [ebook]. Portugal: Editorial Caminho, 200?, 122p.

DERRIDA, Jacques. Mal de arquivo: uma impressão freudiana. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2001. 130p. (Conexões; 11).

FONSECA, Maria Nazareth Soares; MOREIRA, Terezinha Taborda. Panorama das literaturas africanas de língua portuguesa. Cadernos Cespuc de Pesquisa Série Ensaios. n.16. set. 2007. Disponível em: http://periodicos.pucminas.br/index.php/cadernoscespuc/article/view/14767/11446. Acesso em: 10 out. 2018.

HEGEL, Georg W.F. Cursos de Estética I. 2ed. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2001. 302p. (Clássicos; 14).

LYOTARD, Jean-François. O pós-moderno. 3ed. Rio de Janeiro: José Olympio Editora, 1988. 123p.

MENDONÇA, Fátima. Literatura moçambicana: a história e as escritas. Maputo: Faculdade de Letras e Núcleo Editoral da Universidade Eduardo Mondlane, 1988.

REALE, Giovanni. História da filosofia: do romantismo até nossos dias. São Paulo: PAULUS, 1991. 1113p. (Coleção Filosofia).

SILVA, Ana Cláudia da. O rio e a casa: imagens do tempo na ficção de Mia Couto [online]. São Paulo: Editora UNESP; São Paulo: Cultura Acadêmica, 2010. 282 p. Disponível em: http://books.scielo.org/id/sx4bj/pdf/silva-9788579831126-03.pdf. Acesso em: 01 jan. 2019.

STACUL, Juan Filipe. Terra sonâmbula, de Mia Couto: do onírico ao surreal. In: SILVA, Franciane Conceição da (Org.). Literaturas africanas: narrativas, identidades, diásporas. Colatina: Clock-Books, 2016. 250p. (Acadêmica).

Downloads

Publicado

12/05/2020

Como Citar

Domingues, G. B., & de Araujo, S. D. (2020). Realidade e literatura: mundos e maneiras de existir em Terra Sonâmbula. ANAIS DO CONGRESSO DE PESQUISAS EM LINGUÍSTICA E LITERATURA, 1(1), 254–265. Recuperado de https://anaisonline.uems.br/index.php/CPLL/article/view/6961