Duas vezes Dom Quixote: intermidialidades na dança e na literatura,

Autores

  • Maria Helena Santana Moreira Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

Palavras-chave:

dança, literatura, intermidialidade.

Resumo

Este artigo pretende elaborar considerações de natureza comparatista acerca das relações interartísticas existentes entre a obra-prima literária de Miguel de Cervantes, O Engenhoso Fidalgo Dom Quixote de La Mancha, e o ballet de repertório Dom Quixote, cuja concepção artístico-coreográfica é atribuída ao coreógrafo russo Marius Petipa. A tessitura de tal comparação faz parte tanto de um caminho de reflexões relativas aos estudos das possibilidades intermidiáticas existentes entre as duas obras, como quanto às discussões quanto a escassa produção de referenciais teóricos no campo dos estudos intermidiáticos abrangendo a dança e a literatura. Os objetos de análise apresentados neste trabalho igualmente se justificam diante da necessidade de ultrapassar as fronteiras existentes entre as duas obras, aproximando-as em suas semelhanças e verificando as potencialidades de suas diferenças.

Biografia do Autor

Maria Helena Santana Moreira, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

Mestranda em Letras na Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

Referências

Site: All About Arts. O Ballet Dom Quixote, s.d. Disponível em: http://www.allaboutarts.com.br/default.aspx?PageCode=12&PageGrid=Articles&item=0102A3. Acesso em 18/07/2019

NTUNES, Diogo M. Uma vivência atribulada: A análise de Dom Quixote. 2012. 94 fls. Dissertação de Mestrado. - Instituto Universitário Ciencias Psicológicas, Sociais e da Vida, Lisboa, 2012.

Britannica. Marius Petipa, s.d. Disponível em: https://www.britannica.com/biography/Marius-Petipa Acesso em 18/07/2019.

Artigo Científico: CASTIGLIONI, Rubens D. M.; SANCHEZ, Estefanía B. A condição cavalheiresca de Dom Quixote: Um exercício de desconstrução cervantina. Revista FSA, Terezina, v. 11, n. 4, art. 9, p. 158-174, out/dez. 2014.

Artigo Científico: CLÜVER, Claus. Intermidialidade. Revista Pós, Belo Horizonte, v. 1, n. 2, p. 8 - 23, nov. 2011.

Livro: CERVANTES, Miguel de. O Engenhoso fidalgo Dom Quixote de la Mancha. Belém. Núcleo de Educação à Distancia. 2002.

Livro: GUERRA, Ramiro. La apreciación de la danza. Letras Cubanas. Cuba, 2003, p. 5

Livro: LUKÁCS, Georg. A teoria do romance. 34ª edição. São Paulo. Duas Cidades, 2000.

Site: Nureyev Institute. Nureyev Institute, s.d. Disponível em: https://nureyev.org/. Acesso em 18/07/2019.

Artigo Científico: OLIVEIRA, Manoela H. Dom Quixote como o primeiro romance moderno. Anais do XI Congresso Internacional da Associação Brasileira de Literatura Comparada, 2008: São Paulo, SP - Tessituras, Interações, Convergências. Sandra Nitrini... et al. - São Paulo: ABRALIC, 2008.

Capítulo de livro: OLIVEIRA, Solange Ribeiro. Perdida entre signos: Literatura, Artes e Mídias, hoje. Faculdade de Letras da UFMG. Belo Horizonte, 2012.

Capítulo de livro: OLIVEIRA, Solange Ribeiro. Ut Pictura Poesis: O fio de uma tradição. In Literatura e artes plásticas, o KÜNSTLERROMAN na ficção contemporânea. Ouro Preto: UFOP, 1993.

Site: Opera Baroque. Don Quichotte, s.d. Disponível em: https://operabaroque.fr/BOISMORTIER_QUICHOTTE.htm Acesso em 18/07/2019

Livro: PAVIS, Patrice. Dicionário de Teatro. 2ª ed. São Paulo: Perspectiva, 2005.

Site: Petipa Society. Don Quixote, s.d. Disponível em: https://petipasociety.com/don-quixote/>> acesso em 18/07/2018

Downloads

Publicado

12/05/2020

Como Citar

Moreira, M. H. S. (2020). Duas vezes Dom Quixote: intermidialidades na dança e na literatura,. ANAIS DO CONGRESSO DE PESQUISAS EM LINGUÍSTICA E LITERATURA, 1(1), 231–246. Recuperado de https://anaisonline.uems.br/index.php/CPLL/article/view/6959