Duas vezes Dom Quixote: intermidialidades na dança e na literatura,

Maria Helena Santana Moreira

Resumo


Este artigo pretende elaborar considerações de natureza comparatista acerca das relações interartísticas existentes entre a obra-prima literária de Miguel de Cervantes, O Engenhoso Fidalgo Dom Quixote de La Mancha, e o ballet de repertório Dom Quixote, cuja concepção artístico-coreográfica é atribuída ao coreógrafo russo Marius Petipa. A tessitura de tal comparação faz parte tanto de um caminho de reflexões relativas aos estudos das possibilidades intermidiáticas existentes entre as duas obras, como quanto às discussões quanto a escassa produção de referenciais teóricos no campo dos estudos intermidiáticos abrangendo a dança e a literatura. Os objetos de análise apresentados neste trabalho igualmente se justificam diante da necessidade de ultrapassar as fronteiras existentes entre as duas obras, aproximando-as em suas semelhanças e verificando as potencialidades de suas diferenças.


Palavras-chave


dança; literatura; intermidialidade.

Texto completo:

PDF

Referências


Site: All About Arts. O Ballet Dom Quixote, s.d. Disponível em: http://www.allaboutarts.com.br/default.aspx?PageCode=12&PageGrid=Articles&item=0102A3. Acesso em 18/07/2019

NTUNES, Diogo M. Uma vivência atribulada: A análise de Dom Quixote. 2012. 94 fls. Dissertação de Mestrado. - Instituto Universitário Ciencias Psicológicas, Sociais e da Vida, Lisboa, 2012.

Britannica. Marius Petipa, s.d. Disponível em: https://www.britannica.com/biography/Marius-Petipa Acesso em 18/07/2019.

Artigo Científico: CASTIGLIONI, Rubens D. M.; SANCHEZ, Estefanía B. A condição cavalheiresca de Dom Quixote: Um exercício de desconstrução cervantina. Revista FSA, Terezina, v. 11, n. 4, art. 9, p. 158-174, out/dez. 2014.

Artigo Científico: CLÜVER, Claus. Intermidialidade. Revista Pós, Belo Horizonte, v. 1, n. 2, p. 8 - 23, nov. 2011.

Livro: CERVANTES, Miguel de. O Engenhoso fidalgo Dom Quixote de la Mancha. Belém. Núcleo de Educação à Distancia. 2002.

Livro: GUERRA, Ramiro. La apreciación de la danza. Letras Cubanas. Cuba, 2003, p. 5

Livro: LUKÁCS, Georg. A teoria do romance. 34ª edição. São Paulo. Duas Cidades, 2000.

Site: Nureyev Institute. Nureyev Institute, s.d. Disponível em: https://nureyev.org/. Acesso em 18/07/2019.

Artigo Científico: OLIVEIRA, Manoela H. Dom Quixote como o primeiro romance moderno. Anais do XI Congresso Internacional da Associação Brasileira de Literatura Comparada, 2008: São Paulo, SP - Tessituras, Interações, Convergências. Sandra Nitrini... et al. - São Paulo: ABRALIC, 2008.

Capítulo de livro: OLIVEIRA, Solange Ribeiro. Perdida entre signos: Literatura, Artes e Mídias, hoje. Faculdade de Letras da UFMG. Belo Horizonte, 2012.

Capítulo de livro: OLIVEIRA, Solange Ribeiro. Ut Pictura Poesis: O fio de uma tradição. In Literatura e artes plásticas, o KÜNSTLERROMAN na ficção contemporânea. Ouro Preto: UFOP, 1993.

Site: Opera Baroque. Don Quichotte, s.d. Disponível em: https://operabaroque.fr/BOISMORTIER_QUICHOTTE.htm Acesso em 18/07/2019

Livro: PAVIS, Patrice. Dicionário de Teatro. 2ª ed. São Paulo: Perspectiva, 2005.

Site: Petipa Society. Don Quixote, s.d. Disponível em: https://petipasociety.com/don-quixote/>> acesso em 18/07/2018


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Anais do Congresso de Pesquisas em Linguística e Literatura