PROJETO RONDON: OPERAÇÃO FORTE DOS REIS MAGOS: RELATOS DA APLICAÇÃO DAS CIÊNCIAS AGRÁRIAS ATRAVÉS DA EXTENSÃO RURAL

Pedro Henrique Barrera de Moura Gomes, Vinícius de Oliveira Ribeiro

Resumo


As Ciências Agrárias abrangem a pesquisa e aplicação de conhecimentos multidisciplinares para
melhorar a qualidade, produtividade e manejo racional dos recursos naturais. A extensão rural,
como um ramo das Ciências Agrárias é um processo educacional que visa contribuir com o
desenvolvimento rural, formado através de um conjunto de ações de natureza social, comunitária e
econômico-financeira. Este relato descreve brevemente a experiência vivida na extensão rural
durante o Projeto Rondon: Operação “Forte dos Reis Magos”, que aconteceu em julho de 2016. A
equipe da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul- UEMS foi enviada ao município de Acari,
no Estado do Rio Grande do Norte, para realizar oficinas na área de comunicação, meio ambiente,
tecnologia e produção. A extensão rural teve inicio em uma reunião com alunos dos cursos de
Agronomia, Engenharia Florestal, Tecnologia em Agroecologia e Zootecnia da UEMS com as
Secretarias de Infraestrutura, Meio Ambiente e Agricultura do município de Acari, juntamente com
a presença do Sindicato dos Trabalhadores Rurais. A partir dessa reunião foi definido quais
comunidades rurais receberiam as oficinas e como ocorreria a logística da equipe de alunos. Esses
alunos trabalharam da seguinte forma: Para cada dia da semana era determinado qual comunidade
rural seria visitada, como a equipe se dividiria para as visitas e em qual turno, vespertino ou
matutino, cada equipe trabalharia. O período das visitas tinha como objetivo ter um contato inicial
com os proprietários e famílias rurais pertencentes a determinada comunidade ou associação, assim
como identificar suas necessidades especificas e determinar o dia, local e horário em que
ocorreriam as oficinas. A expectativa era ter visitas mais formais e técnica, porém a realidade foi
diferente. As experiências trocadas eram baseadas no conhecimento popular sobre pragas,
adubação, manejo de espécies frutíferas, Horta Mandala e animais de produção, o que exigia dos
alunos uma adequação de uma linguagem técnica, porém didática. As oficinas noturnas
proporcionaram aos proprietários e famílias o contato com os conceitos e técnicas, como exemplo:
Alporquia, Mergulhia, compostagem, inseticidas naturais à base de borra de café ou fumo, além de
técnicas de manutenção e limpeza de teta de gado leiteiro. Essas oficinas possibilitaram que os
participantes perguntassem e tirassem dúvidas, como também para relatar experiências vividas com
tais conceitos e técnicas. A participação desses alunos na zona rural já surte efeito e as práticas
estão sendo realizadas, segundo o Sindicado dos Trabalhadores rurais de Acari. A extensão rural
garantiu que o conhecimento fosse difundido às comunidades rurais e que os alunos também
tomassem conhecimento de técnicas utilizadas no meio rural por meio dos hábitos das comunidades
locais.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.