TREINAMENTO DE BOAS PRÁTICAS EM MANIPULAÇÃO DE ALIMENTOS

Isabel Rodrigues Fróes, Silvia Benedetti

Resumo


O processamento de alimentos é uma questão de saúde pública, devendo ser realizado com seguran-
ça e confiabilidade. O mercado competitivo de alimentação e a maior conscientização dos consumi-
dores exigem que os estabelecimentos produtores de alimentos proporcionem serviços cada vez me-
lhores, para atender às expectativas dos seus clientes, principalmente quanto à qualidade higi-
ênico-sanitária dos produtos que estão consumindo. Para aprimorar a gestão de qualidade dos servi-
ços de alimentação desenvolveu-se o programa de Boas Práticas de Manipulação de Alimentos. Po-
rém, para que esta ferramenta funcione adequadamente, é de suma importância que os manipulado-
res de alimentos sejam bem treinados e comprometidos com a qualidade do alimento e serviço ofe-
recido. Para a obtenção das Boas Práticas durante toda a cadeia produtiva, de forma a garantir a se-
gurança alimentar e a qualidade esperada pelos consumidores, o conhecimento e comprometimento
dos manipuladores é fundamental. Frente a isso, um treinamento eficaz, com linguagem adequada,
boas técnicas didáticas pedagógicas e um bom material visual, reforçam as atitudes corretas dos ma-
nipuladores, reforçando a importância da implantação desta atividade nos estabelecimentos produ-
tores de alimentos. Nesse contexto, este projeto teve como objetivo a elaboração de uma cartilha e o
treinamento em Boas Práticas de Manipulação de Alimentos, abordando aspectos sobre higieniza-
ção de manipuladores, utensílios e instalações em estabelecimentos produtores de alimentos do mu-
nicípio de Naviraí. O intuito foi facilitar a compreensão do tema por parte dos manipuladores e ga-
rantir um maior comprometimento da equipe com a Segurança Alimentar. A elaboração da cartilha
baseou-se na legislação vigente, numa linguagem simplificada e acessível à compreensão dos mani-
puladores. O treinamento baseou-se numa palestra da qual participaram os manipuladores de ali-
mentos dos estabelecimentos produtores de alimentos de Naviraí. Posteriormente, será feito o acom-
panhamento, já no estabelecimento, da implantação de boas práticas higiênico-sanitárias na elabora-
ção dos alimentos, na higiene do local e dos manipuladores. A partir do que foi observado, pode-se
concluir que tanto o treinamento quanto a cartilha contribuíram significativamente para a atualiza-
ção dos trabalhadores nos serviços de alimentação, de forma a melhorar o serviço oferecido nos es-
tabelecimentos e produzir alimentos seguros e de qualidade.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.