PROGRAMA MAIS INOVAÇÃO - ANASTÁCIO (SÃO JUDAS TADEU E BOM RETIRO)

Iago Albuquerque Dias, Henrique Jorge Fernandes

Resumo


O emprego de novas tecnologias para obtenção de melhores índices zootécnicos visa o retorno na
produção pecuária, sendo observada pouca eficiência dos sistemas de produção em bovinos de corte
em pastejo. A queda na produtividade das pastagens se dá em decorrência de vários processos, entre
eles, o manejo incorreto da pastagem, com pouco período de descanso, solos pobres em nutrientes
sem qualquer reposição, alta infestação de plantas daninhas, entre outros. O objetivo com este traba-
lho foi recuperar áreas degradadas nas propriedades no município de Anastácio-MS, visando o au-
mento da produção e maior retorno financeiro aos produtores rurais. O projeto foi executado em
duas propriedades: a São Judas Tadeu, com uma área, e a Bom Retiro, com duas áreas (uma de 60
ha e outra com 100 ha). As principais fases para a realização do projeto foram: oficinas sobre esco-
lhas de inovações tecnológicas frente a realidade local; inscrições dos produtores; visita técnica na
unidade de produção com aquisição de dados sobre a propriedade; preparação do projeto de recupe-
ração da área com discussão entre os técnicos do SENAR e pesquisadores da UEMS e da EMBRA-
PA; discussões com os produtores mostrando técnicas e procedimentos sugeridos para a sua proprie-
dade e por fim, a fase de execução, onde ocorreram as ações de recuperação das áreas. Os resulta-
dos foram mensurados com coletas de pasto em cada fazenda do projeto, e avaliação qualitativa do
pasto coletado por meio de análises bromatológicas. Na fazenda Bom Retiro, a disponibilidade de
MS/ha na área de 60 ha foi de 4.306kg. O pasto apresentou 7,82% de proteína bruta, 1,65% de ex-
trato etéreo e 62,51% de fibra em detergente neutro. Na área de 100 hectares, a disponibilidade de
MS/ha foi de 4.030kg e o pasto apresentou 7,68% de proteína bruta, 1,81% de extrato etéreo e
65,09% de fibra em detergente neutro. A fazenda São Judas Tadeu obteve 4.835kg de MS/ha e o
pasto apresentou 3,63% de proteína bruta, 0,87% de extrato etéreo e 70,58% de fibra em detergente
neutro. Os resultados foram satisfatórios com o projeto Mais Inovação tendo em vista as técnicas
que permitiram o melhoramento da disponibilidade e da qualidade de nutrientes da pastagem, me-
lhorando o ganho de peso dos animais com o aumento da capacidade de suporte dos sistemas de
produção. As práticas para a conscientização tiveram um grande impacto aos produtores rurais im-
plicando na passagem de informações, garantindo o sucesso do programa.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.