DIVULGAÇÃO DE TECNOLOGIAS PARA A PRODUÇÃO REGIONAL DE BANANEIRAS E MARACUJAZEIROS

Carlos Eduardo dos Santos Gonçalves, Edson Talarico Rodrigues

Resumo


Apesar de possuir ampla aptidão para a produção de frutas tropicais e hortaliças, o estado de Mato
Grosso do Sul importa grande parte desses produtos de outras Unidades da Federação. Essas impor-
tações promovem a evasão de divisas e fazem com que preços dos produtos aumentem para os con-
sumidores finais. Com o cultivo de frutas e hortaliças o agricultor familiar do estado poderia obter
alta rentabilidade em áreas relativamente pequenas. Mas para a exploração bem-sucedida, é neces-
sária a utilização de tecnologias compatíveis, utilizar técnicas adequadas para colher, acondicionar e
transportar a produção, bem como planejar racionalmente a comercialização da produção. No Mato
Grosso do Sul, a economia rural está voltada para a agropecuária extensiva e a pouca atenção é dada
à horticultura. Por isso, o estado importa anualmente de outras Unidades da Federação mais de 20%
das frutas e hortaliças demandadas para o abastecimento interno. O presente projeto desenvolve
ações de incentivo à implantação de pomares na região da Grande Dourados. A metodologia utiliza-
da neste projeto é a capacitação de produtores e alunos, por meio da transferência de tecnologias no
que se refere a aspectos de planejamento, cultivo, tratos culturais, controle de pragas e doenças, co-
lheita, pós colheita e processamento de frutas. Com esse objetivo foi implementada uma Unidade
Demonstrativa para a Produção Orgânica de Frutas, utilizando a estrutura para divulgar as tecnolo-
gias adotadas. As atividades se iniciaram com a implantação de cultivos de bananeira e maracuja-
zeiro em área rural da UEMS em Glória de Dourados, utilizando as tecnologias do cultivo orgânico.
Esses pomares vêm sendo utilizados para capacitação de alunos da UEMS, como validação de tec-
nologias e como estratégia de divulgação para estudantes de escolas da região, produtores, associa-
ções de produtores e profissionais interessados. As atividades até agora realizadas foram a implanta-
ção de viveiro de mudas de maracujazeiro, aclimatação de mudas de bananeiras micropropagadas, a
instalação de pomares, atividades de transplante, adubação, tratos culturais, irrigação por microas-
persão e controle de pragas e doenças. Como resultados dessas ações, tem havido um aumento no
interesse de estudantes pela atividade. Também alguns produtores da região se interessaram pela ati-
vidade e planejam implantar pomares em suas propriedades.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.