PRÁTICAS EDUCATIVAS PARA OS ALUNOS DA UNIVERSIDADE ABERTA A MELHOR IDADE DA UEMS (UNAMI-UEMS) SOBRE O PROCESSO DE ENVELHECIMENTO E DECLÍNIO DA COGNIÇÃO

Karine Macedo Oliveira, Marcia Regina Martins Alvarenga

Resumo


O processo de envelhecimento é um conjunto de transformações que ocorrem no organismo em
consequência dos anos e está relacionado com os determinantes e condicionantes sociais, culturais,
econômicos e políticos. O processo de envelhecimento predispõe o indivíduo à diminuição de suas
capacidades funcionais, entre elas: a cognição, capacidade mental de resolver e compreender situa-
ções do cotidiano que podem diminuir a velocidade de processar informações que necessitam de
atenção e memória. Objetivos: avaliar a capacidade cognitiva dos alunos da Universidade Aberta a
Melhor Idade da Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul (UNAMI-UEMS); desenvolver
ações educativas a partir do conhecimento destes alunos sobre cognição; e desenvolver práticas
educativas para estimular a cognição. O método utilizado foi a aplicação de testes de rastreio cogni -
tivo (Miniexame do Estado Mental, Teste do Relógio e Fluência Verbal) para avaliar a cognição. A
partir dos resultados encontrados pelos testes foram realizadas três atividades educativas para esti-
mular a cognição e memória; dinâmica de grupo “Fui a feira comprar [...]”; oficina de memória e
mural de fotos. Resultados: Foram aplicados 29 testes, a média no Teste do Relógio foi 8,2 com
desvio padrão 3,4. Na Fluência Verbal, categoria animal, a média atingida foi de 10, 2 palavras,
com desvio de 2,7 (com variação entre 6 e 16 palavras escritas em um minuto). No Miniexame de
Estado Mental a média foi de 25,4 (desvio padrão de 2,5). Com relação às práticas educativas ob-
servou-se que na primeira atividade, os participantes tinham que memorizar a maior quantia de pa-
lavras, na ordem que foram ditas. A princípio os participantes estavam com receio, pois falaram que
não conseguiria memorizar as informações. Na segunda atividade foi uma mescla de dinâmicas de
grupo, com propósito de estimular a atenção, raciocínio e memória, com orientações e estratégias a
serem utilizadas para manter a cognição; palavras-cruzadas, caça-palavras, jogos de raciocínio. A
terceira atividade, se deu através de construção de um mural de fotografias, onde cada participante
levou fotos pessoais, após organizar as imagens no mural, cada indivíduo podia escolher uma ima-
gem e discorrer sobre, com objetivo de estimular a praxia construtiva, linguagem e memória. Com
os resultados obtidos, conclui-se que os idosos participantes da UNAMI-UEMS não apresentaram
diminuição da capacidade cognitiva, pois se mantiveram dentro da pontuação de corte dos testes de
rastreamento cognitivo. As ações educativas serviram para estimular o interesse acerca da cognição,
pois tinham finalidade de promover a atenção, evocação, fixação e memória, além de proporcionar
momentos de descontração para os participantes desse projeto de extensão.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.