PRÁTICAS EDUCATIVAS SOBRE ADMINISTRAÇÃO SEGURA DE MEDICAMENTOS POR VIA ORAL ATRAVÉS DE VIDEOAULAS

Fernanda dos Santos Tobin, Rogério Dias Renovato

Resumo


A administração de medicamentos por via oral é a terapia de escolha em 90% dos casos em busca
de efeitos sistêmicos. Na maioria das vezes é necessário o fracionamento (trituração ou partição)
dos comprimidos para obter a dosagem desejada, o que pode diminuir a eficácia e alterar a sua
biodisponibilidade, assim como a administração concomitante com outros medicamentos e
nutrientes que podem alterar a absorção. Desta forma, se faz necessário a construção de recursos
audiovisuais para que conhecimentos sobre o tema sejam repassados. A vídeoaula é um meio de
fácil acesso e disseminação. Nesta perspectiva este trabalho teve como objetivos desenvolver,
implementar e avaliar o uso de vídeoaula sobre administração segura de medicamentos por meio da
via oral. Inicialmente a revisão de literatura realizada focalizou os temas sobre a administração de
medicamentos, segurança do paciente e o papel da enfermagem na administração de medicamentos
por via oral, suas vantagens e desvantagens, interação com alimentos, partição e trituração de
formas orais sólidas. A seguir deu-se a elaboração de Procedimento Operacional Padrão e o
Desenvolvimento da vídeoaula mediante roteiro estruturado em Laboratório de Práticas Educativas
em Saúde. A videoaula foi disponibilizada em canal do youtube e blog criado para disseminação do
conteúdo, sendo a mesma avaliada por meio de roteiro de avaliação com quatro perguntas
disponibilizadas na página https://acaoeenfermagem.blogspot.com.br/, com duração de 5 minutos e
55 segundos. Dezesseis estudantes responderam ao questionário sendo 15 da área de enfermagem,
em relação a pergunta sobre o conhecimento da administração segura de fármacos em relação a
segurança do paciente poucos demonstraram ter entendimento por conta da falta de contato com o
tema. 62,5% dos participantes responderam que a vídeoaula é uma inovação pedagógica que
favorece o ensino-aprendizagem; 50% dos participantes afirmaram que um dos aspectos mais
importantes para a eficácia de uma vídeoaula são vídeos curtos, para que não fique cansativo assistir
as mesmas; 37,5% responderam que a visualização do conteúdo em qualquer momento por conta do
acesso à internet é o aspecto mais importante para a eficácia da vídeoaula; 100% dos estudantes que
responderam ao questionário utilizam vídeoaulas como ferramenta de estudo, o que demonstra sua
utilidade e eficácia. Aliar a temática de administração segura de medicamentos por via oral com a
ferramenta vídeoaula como estratégia de ensino e aprendizagem no ensino em saúde direcionado a
acadêmicos e profissionais de enfermagem foi de grande valia. Verificou-se que a vídeoaula é uma
inovação pedagógica, mesmo apresentando baixa interatividade, pois é de fácil acesso e rápida
disseminação. A necessidade de vídeos curtos para prender a atenção do espectador também foi
demonstrada, assim como o uso de exemplos da realidade do tema ressaltam a potencialidade deste
recurso educativo.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.