LABORATÓRIO DIDÁTICO DE FÍSICA: CONSTRUINDO UMA PONTE ENTRE UNIVERSIDADE E ESCOLA POR MEIO DO PROJETO MAIS CIÊNCIAS

Carla Daniela Alves dos Santos, Mírian Xavier

Resumo


A prática da experimentação no ensino de física tem sido apontada como uma estratégia que pode
contribuir para o ensino e aprendizagem da física de maneira significativa e consistente, pois
permite que o aluno consiga observar na prática os fenômenos físicos aprendidos teoricamente em
sala de aula, contudo fatores como a jornada de trabalho da maioria dos professores, o currículo
extenso e a carga horária pouco suficiente, a falta de condições físicas necessárias às escolas para a
sua boa realização, acabam por limitar a execução das mesmas. Este trabalho teve por objetivo
apresentar os resultados obtidos durante o período de desenvolvimento da bolsa denominada
PIBEX, onde buscamos a criação de um Laboratório Didático nas instalações do curso de física
Licenciatura, o que nos possibilitou a coleta e organização de diversas ferramentas, como mesas de
corte, medidores, colas, garrafas PET, latas de alumínio, caixas de diferentes embalagens, em
tamanho e forma, peças de aparelhos eletrônicos, ímãs, alto falantes, etc., que são necessárias a
vários experimentos físicos, onde também pudemos separar um espaço no almoxarifado do
Laboratório de Física Moderna para a guarda desses materiais de baixo custo, ficando acessíveis
tanto a professores quanto aos alunos. Durante o projeto foi realizado um trabalho teórico de
levantar, analisar e separar bibliografia da área de Ensino de Física e Ciências sobre experimentos
de baixo custo possíveis de serem construídos e utilizados em visitas no Mais Ciências. A partir
desta bibliografia construímos uma proposta de experimentos de temáticas variadas de modo a
compor um primeiro conjunto de experimentos para serem apresentados ao público, sendo os
experimentos selecionados a partir do Livro Brincando Com a Ciência, porém as visitas não foram
efetivadas até o momento, devido o Laboratório de Física Moderna ter se encontrado em obras de
readequação, o que nos dificultou na construção dos experimentos. Considerando a dificuldade que
paralisou a maior parte das nossas ações, não conseguimos alcançar todos os objetivos propostos
pela extensão, para tanto apontamos como necessária uma discussão sobre a escassez de espaços na
UEMS, destinados a atividades complementares e como superá-las no futuro, de modo que possa
ampliar as ações futuras da Universidade em extensão, abrindo novas linhas de pesquisas.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.