MÚSICA NA UNIVERSIDADE

Chiung Hua Li, José Barreto dos Santos, Mirian Eiko Suzuki

Resumo


A música como instrumento de mediação possui uma relevância e uma pertinência que remete a
conhecimentos amplos, que tem como característica a arte de formar e transformar a sociedade,
como um meio de incentivo intencional aos acadêmicos, para a sua melhor participação e
contribuição em sociedade. Nesta perspectiva, este resumo traz os resultados obtidos da minha
participação como discente do Curso de Turismo, da Universidade Estadual de Mato Grosso do
Sul/UEMS, em diversas atividades trabalhadas junto ao “Programa de Formação Musical para a
Produção de Conhecimento junto a Comunidade” coordenado pelo prof. Dr. José Barreto dos
Santos e prof.ª Msc. Mirian E. Suzuki. Com o intuito de fortalecer os projetos advindos através do
programa, articulei minhas atividades de formação, como planejamento e organização dos eventos,
visando estabelecer uma relação comunicativa entre a música e a atuação com as outras áreas de
conhecimento, como a Matemática, Física, Pedagogia, Direito, Turismo etc. Com isso, procurei
fundamentar minha capacitação profissional na arte da criação, promoção e divulgação, mas
sobretudo na gestão analisando as tendências culturais e músicas dos sujeitos universitários
(Docentes – Discentes – Técnicos – Serviços Terceirizados). Nesse sentido, através da minha
assessoria procurei desenvolver minha capacidade de gestão dos projetos iniciados em Outubro de
2015, totalizando de 20 apresentações do Projeto da “Orquestra de Câmara/UEMS”, como também,
o Projeto “Sarau da UEMS” e o Projeto experimental “Classe de Piano”. Importante salientar, que
os projetos citados foram trabalhados com colaboração de alunos bolsistas e voluntários, onde todos
estavam imbuídos de proposta educativa, de divulgar e ampliar o conhecimento cultural através da
vivência musical com o público. Como metodologia avaliativa para identificar as tendências dos
projetos, foram aplicados questionários de avaliações nas apresentações, como forma de quantificar
e qualificar os interesses musicais, como também, considerar as críticas com relação aos repertórios
apresentados. Todos os projetos realizados foram registrados com fotografias. Portanto, o
envolvimento dos sujeitos universitários das diversas áreas do conhecimento com a música tem
proporcionado além da criatividade, a melhoria da qualidade do lazer cultural e no exercício do
trabalho coletivo, visando à integralidade dos conhecimentos, proporcionando um crescimento
inclusivo, consubstanciados na educação musical e na formação universitária.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.