GINCANA DE BIOLOGIA: DIFERENCIAÇÃO CELULAR, ORGANELAS CITOPLASMÁTICAS E TRANSPORTE CELULAR

Rosangela Alves Silva, Vitorino Cunha dos Santos, Vanessa Correa Rorato, Mirian Xavier

Resumo


O ensino de Biologia é desenvolvido nas escolas, na maioria das vezes, com poucos recursos didáticos e sem infra-estrutura de laboratórios para realização de experimentos. Uma possibilidade de superar essas dificuldades é a realização de gincanas, pois elas auxiliam no complemento daquilo que é trabalhado em sala de aula. Desse modo, a gincana é um meio de promover a aprendizagem, uma vez que os conhecimentos são construídos de uma forma lúdica e divertida. Dessa forma, o presente trabalho tem como objetivo relatar uma gincana desenvolvida com alunos do ensino médio, durante as atividades realizadas pelo Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) / Biologia. A Gincana de Biologia, denominada “Torta na Cara”, foi realizada na Escola Estadual Menodora Fialho de Figueiredo, em Dourados, MS, durante o primeiro semestre de 2017. Participaram da atividade, alunos do primeiro ano do ensino médio, do período matutino e acadêmicos do PIBID/Biologia da UEMS. Para as atividades, foram utilizados os seguintes materiais: pratos descartáveis, chantilly, mesa acertos de respostas, perguntas com conteúdos relacionados a diferenciação celular, organelas citoplasmáticas e transporte celular. Durante a atividades questões eram propostas e o grupo que não respondiam as indagações corretamente, recebiam a “torta na cara”. Foi possível evidenciar que nenhuma equipe queria levar “torta na cara” e por essa razão, as equipes estudaram conteúdos sobre diferenciação celular, organelas citoplasmáticas, transporte celular e também sobre atualidades. Envolvidos na gincana, eles realizaram pesquisa em livros e sites confiáveis, buscando informações o que promoveu a aprendizagem dos conceitos em questão. Em consequência disso, os resultados se mostraram positivos, pois na maioria das vezes, os alunos conseguiram responder de forma correta as os questionamentos realizados. Ao final, fica evidente a necessidade de desenvolver atividades lúdicas na escola, como objetivo de facilitar a aprendizagem dos conceitos de Biologia. Com relação a formação do profissional da educação, por meio do PIBID, conclui-se que atividades dessa natureza trazem benefícios à formação docente, uma vez que oportuniza aos futuros professores o contato com a realidade em sala de aula, dando condições para que vivenciem e reflitam sobre diversas situações do cotidiano da escola.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.