A EXPERIMENTAÇÃO NO ENSINO MÉDIO NOTURNO - MODALIDADE EJA: DESPERTANDO O INTERESSE PELA QUÍMICA

Mateus da Silva Nunes, Elida Galvão do Nascimento

Resumo


Este trabalho tem o objetivo de socializar o resultado parcial do Trabalho de Conclusão de Curso que será apresentado no Curso de Química da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul - Unidade Universitária de Naviraí que aborda as concepções dos professores e estudantes do Ensino Médio Noturno, com ênfase na modalidade de ensino Educação de Jovens e Adultos (EJA), sobre as dificuldades encontradas por esse público em entender e gostar de Química e também relacionar a mesma com sua vida cotidiana. Essa pesquisa foi desenvolvida com enfoque nas dificuldades em se trabalhar aulas diferenciadas com os alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA), através da experimentação buscamos entender a importância desse tipo de aula e sua real contribuição como ferramenta necessária para despertar o interesse químico dos discentes, sendo um conjunto essencial para a construção do conhecimento científico. Cada indivíduo vive em uma realidade diferente que vai impactar diretamente na forma que o aluno vê o mundo a sua volta. Se faz necessário transmitir o conhecimento por meio de metodologias que facilitem sua compreensão, o presente trabalho está centrado na utilização de aulas práticas no ensino médio noturno, para que o interesse químico seja despertado no aluno em sala de aula. No desenvolvimento deste trabalho, realizou-se um embasamento teórico, pesquisa de campo e aplicação de uma atividade prática, com dados coletados através da aplicação de três questionários com questões que buscavam identificar o perfil dos alunos alvo da pesquisa, mapear as metodologias aplicadas pelos professores exercendo função de docente em turmas da EJA durante suas aulas, e as dificuldades enfrentadas pelos professores de três municípios do Estado de Mato Grosso do Sul, dentre eles, Naviraí, Nova Andradina e Taquarussu e as expectativas sentidas pelos alunos sobre esse tipo de atividade diferenciada em sala de aula, a aula prática realizou-se em uma escola da rede estadual de ensino no município de Naviraí. Através desta pesquisa pode-se observar que os professores compreendem a grande importância de aulas experimentais como atributo para cativar os alunos e assim fazê-los entender melhor o conteúdo desenvolvido em sala de aula e dessa forma se interessarem cada vez mais pela disciplina de Química. Pode-se observar, também, algumas concepções, em se tratando do papel da experimentação, sendo: comprovar o que foi explicado na teoria, despertar o interesse químico, relacionar a Química no cotidiano dos alunos, além de ser uma forte ferramenta para a reconstrução do conhecimento científico.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.