BARALHO DE NEUTRALIZAÇÃO E BALANCEAMENTO

Giovana Silva Lima, Lucry Marcos Mathias da Silva Filho, Micheli dos Santos Souza, Silas Helede de Carvalho, Karoline Figueira Cruz, Wagner Antonio Farias Doncev

Resumo


Para melhor aprendizagem em sala de aula o professor precisa de uma excelente didática. Uma forma de prender a atenção dos alunos e fazê-los encarar as aulas de um jeito diferente é trazer materiais lúdicos para o cotidiano. Jogos são uma ótima maneira de levar a sala inteira a participar da aula e aprender brincando. Com o passar dos anos e das séries, fazer com que os jovens e adolescentes se interessem pelas matérias fica cada vez mais difícil, portanto o tipo de jogo apresentado à sala precisa ser do mesmo nível. O jogo de baralho que estará sendo apresentado levou os alunos da rede pública estadual Antônio Fernandes do 1° ano do E.M. a aprender a neutralizar ácidos-bases, realizar o balanceamento nas reações químicas, fazendo-os compreender que toda vez que um ácido e uma base se misturam são formados sal e água, entender como se utiliza o NOX para que o balanceamento aconteça e cada vez mais conhecer os elementos da tabela periódica, uma vez que eles tiveram contato com muitos dos elementos e repetidas vezes. O jogo funciona da seguinte maneira: a sala se divide em grupos de 4 a 6 pessoas. Cada aluno tem direito a 9 cartas. Ao pegar essas cartas deve-se observar as combinações que já conseguem ser formadas, tendo que ser um ácido e uma base que resultará em sal e água, ambos devidamente balanceados. Se as cartas não forem o suficiente o aluno tem direito a pegar cartas do monte, sendo uma por rodada, e descartar outra da mesma forma. Quem conseguir primeiro o maior número de combinações até que suas cartas acabem ganha a partida em 1° lugar. Assim o jogo prossegue e os outros alunos também vão conseguindo balancear e neutralizar os elementos, ficando em 2° e 3° lugar. Após o jogo ser realizado em sala de aula durante algumas semanas foi possível observar como o conhecimento desses alunos aumentou, o quanto o jogo chamou a atenção, trouxe entretenimento e ao mesmo tempo aprendizado, gerando tanto envolvimento a ponto de os alunos levarem o baralho para fora da sala, nos intervalos e minutos livres, apresentando para outros jovens de seus círculos de amizade.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.