QUERO BRINCAR: BRINCADEIRAS DE FAZ DE CONTA NA CONSTRUÇÃO DO PROCESSO DE APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Shirlei de Oliveira Xavier, Vera Lucia Guerra, Nilvana Araujo de Almeida Mello

Resumo


Partindo do princípio que o brincar é fundamental para o desenvolvimento e aprendizagem das crianças, a professora da Educação Infantil é desafiada a pensar nas condições necessárias para a realização dos diferentes tipos de brincadeiras em consonância com a proposta pedagógica e as características e necessidades das crianças. O faz de conta nas brincadeiras são evidenciados quando as crianças traduzem para a fantasia situações do seu cotidiano da sua vivência, nas brincadeiras elas representam papéis de adultos, heróis, malvados, animais, entre tantas outras possibilidades. Nesse cenário, nos propusemos a aprofundar conhecimentos sobre as brincadeiras de faz de conta com o intuito de qualificar o brincar das crianças com três e quatro anos de idade em Centro de Educação Infantil em Campo Grande- MS, experiência esta que é apresentada neste texto. Nas brincadeiras simbólicas as crianças imitam cenas do cotidiano dos adultos e da sua cultura, transformam a realidade em brincadeiras. Optou-se pela realização de uma pesquisa pedagógica de cunho qualitativo, composta por revisão bibliográfica, observação direta, intervenção pedagógica e entrevista com crianças e adultos. A pesquisa em curso está ancorada nos estudos de Froebel, Kishimoto, Piaget e Vygostsky e outros. Os dados empíricos foram registrados em diário de campo, fotografia e filmagem. Modificação do espaço com confecção de brinquedos e materiais que auxiliam nas brincadeiras simbólicas. Os resultados parciais indicam que a configuração do espaço e a disposição de suportes materiais influenciam no enredo e nos personagens das brincadeiras simbólicas. O faz de contas favorece a imaginação, a livre expressão de sentimentos, a compreensão dos papéis e contextos sociais. Referendam a importância da escuta das crianças sobre as atividades realizadas por elas e do planejamento dos espaços e tempos institucionais. Evidenciam a relevância dos saberes construídos pela estudante bolsista do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação a Docência (PIBID) em parceria com professoras do CEINF e da Universidade.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.