O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA INTEGRANDO ACADÊMICOS E ESTUDANTES DO ENSINO MÉDIO À GEOMORFOLOGIA DE MATO GROSSO DO SUL

Daniel Queconi Mariano

Resumo


O presente pôster visa apresentar os resultados parciais das atividades do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docências (PIBID/Geografia) desenvolvidas pelo discente do Curso de Geografia, da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul na Escola Estadual Maria Constança. A referida proposta aborda sobre a Geomorfologia do Estado do Mato Grosso do Sul com ênfase na Cidade de Corumbá. Os conteúdos de Geomorfologia foram aplicados no 1º ano do Ensino Médio e essa abordagem foi realizada, por meio de uma metodologia simples, objetivando facilitar o entendimento e a compreensão dos estudantes. As atividades desenvolvidas aos discentes versaram sobre a composição dos relevos e formação das rochas. O projeto do PIBID com a escola ressalta a importância da Geomorfologia no Ensino Médio. Fora apresentado aos estudantes, amostra de rochas sedimentares e metamórficas retiradas de Corumbá e Estrada Parque, ambos no Estado de Mato Grosso do Sul, para que pudessem observar através do contato o que os livros didáticos apresentam. O objetivo é simplificar o método para que o conhecimento empírico possa fazer parte do aluno, porém de forma correta, pautada nos termos científicos. Foram realizadas atividades de leitura, debate e elaboração de maquetes, momento em que explicaram como ocorre o processo de formação de um relevo e os seus componentes. Idealiza-se que o aluno precisa entender que o relevo está inserido em seu cotidiano e exerce uma importância significativa, pois o homem está ligado ao meio ambiente e o meio ambiente está ligado ao homem. Necessita compreender também que o relevo influencia nas ações de infraestrutura e urbanismo das cidades, pois é ele quem determina como se dará o curso de uma nova ferrovia ou rodovia, como podem ser aplicadas técnicas de urbanização e exploração das áreas desocupadas sem que ocorram impactos ambientais e transtornos à sociedade. O homem depende do relevo, precisa entender sua dinâmica para que consiga viver em harmonia com a natureza. É notável a importância de outros fatores físicos para tal convivência, porém é o relevo o mais importante desses fatores. A partir destes resultados parciais, concluiu-se que a Geomorfologia deverá ser aplicada nas escolas com linguagem simples e materiais lúdicos, incentivando o aluno a se encontrar no espaço geográfico através do meio em que vive e observando suas próprias experiências. Essas ideias associadas com o conteúdo do material didático farão com que este aluno leve para sua vida um Ensino Médio de qualidade e passará a entender o meio em que vive. Sugere-se que as escolas selecionem profissionais que possuam especializações, que busquem aprimorar seu conhecimento e aplicar aulas dinâmicas pautadas nas especificidades de cada conteúdo programático, evitando que assuntos importantes deixem de ser abordados de forma clara e objetiva. Ressalta-se que o processo de desenvolvimento deste trabalho ainda está em curso e que novas explanações serão apresentadas aos alunos do Ensino Médio.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.